Expansão de tecido

Por abril 9, 2018 junho 18th, 2019 Outros Procedimentos

O paciente que precise de pele adicional deve optar pelo tratamento de expansão de tecido, uma técnica que visa fazer o corpo gerar pele extra que será removida e utilizada em outra cirurgia.

Um exemplo de situação onde é possível utilizar esta técnica são os casos de reconstrução de mama após uma mastectomia. O procedimento irá fazer com que a pele se estique e essa pele extra será utilizada na reconstrução da mama.

Entre as técnicas de expansão utilizadas temos a que utiliza um balão expansor de silicone colocado sob a pele próximo à área a ser reparada. Esse balão é preenchido com água salina ao longo do tempo, forçando a pele a se esticar e crescer.

Outras áreas que podem se beneficiar deste procedimento são: couro cabeludo, pescoço, mãos, braços, pernas e o rosto que poderão passar pelo processo de enxerto de pele.

A grande vantagem deste procedimento é evitar que um pedaço de pele de outra parte do corpo seja realizado, evitando várias cicatrizes. Porém, dependendo da área a ser reconstruída, a expansão do tecido pode levar de três a quatro meses, o que pode ser desagradável para o paciente que deverá ficar com o expansor no corpo, causando uma protuberância na área.

Na dúvida para saber se a expansão de tecido é a melhor alternativa para você, consulte um cirurgião plástico para que ele avalie seu caso.

Dr. Tarcísio Mangaravite M. Encinas

Doutor Dr. Tarcísio Mangaravite M. Encinas

Formado por medicina na Universidade Federal Fluminense/UFF, o Dr. Tarcísio Encinas é Membro Titular da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica e possui ampla experiência com cirurgias plásticas, se tornando um dos nomes mais respeitados no Rio de Janeiro.

Mais Artigos do Dr. Tarcísio Mangaravite M. Encinas

Deixe um comentário